Tendências Moda Infantil para a moda Primavera-Verão 2011/2012



A temporada Primavera-Verão 2010/2011 de moda infantil começa com uma preferência pela autenticidade, por novos valores e mais simplicidade poética. Este é um momento de novas tecnologias, essenciais ao consumo sustentável e, que mesmo vivendo em um mundo digital, nos tornamos mais humanos, conectados uns aos outros e onde co-existimos em comunidade.
Não podemos mais falar de individualidade, pois a ordem é viver em colaboração, cooperação e coordenação; dessa forma, a sociedade de consumo está sendo transformada em uma sociedade mais respeitosa, onde temos prazer na troca de experiências e a necessidade de promover reuniões e encontros. A essência é "Compartilhar", tudo em prol de uma vida melhor.

O que importa é o tangível, o que você vê é o que existe, transparência absoluta. É importante simplificar mensagens e criar projetos simples, retornando à sua essência; a essência das viagens, do sol, da escrita, de longa intermináveis fins de tarde na praia, da natureza e dos jardins urbanos. Esse espírito se traduz, portanto em quatro novas tendências: Malvarrosa, Lovely Planet, Pan De Oro e Mumbai.

MALVARROSA
Por favor, não incomode! Esse é o lema desta tendência para a moda infantil Primavera-Verão 2011/2012, com base nas intermináveis horas na praia, que poderia muito bem ser a "Malvarrosa", em Valência (Espanha), com seu mar e suas termas, à luz do Mediterrâneo e piquenique na praia. O espírito dessa vertente retrata o gosto para as coisas boas, o prazer pelo passado, principalmente pela década de 50, quase atingindo a de 60. Há também o pôr-do-sol, e com ele, as festas populares nas pequenas cidades costeiras, onde todo mundo sabe conduzir uma Vespa - uma moto scooter fabricada pela primeira vez no ano 1946 por Piaggio & Co, S.p.A -, um símbolo da modernidade e ícone da época. É a busca de uma nova harmonia, de espaços, mais simples e saudáveis, onde espontaneidade e poesia prevalecem.
Por fim, o tema "Malvarrosa" retrata crianças educadas, inteligentes, elegantes, puras, amigáveis e intuitivas, com uma estética que mescla o elegante, o talentoso e o humor. É a nova beleza do não-apego.

LOVELY PLANET
Um objetivo: descobrir outras culturas. Um destino: Lovely Planet. Uma terra acolhedora para viajantes, mas não para turistas; viajantes ansiosos por experimentar novas sensações, tudo com mente criativa, aberta e inquieta, abrindo espaço para o lúdico. Convivência e tolerância são traduzidas em um novo conceito: o turismo étnico. Ânsia de visitar territórios desconhecidos e um desejo por experiências especiais. Tudo o que é incomum cria um sentimento de fascínio. É tempo de "roadmovies", formas do deserto e arquitetura em uma explosão de cores e calor. Uma homenagem a Petra, a cidade perdida de pedra. Viagens para locais remotos e antigos, mas com as novas ferramentas tecnológicas e avançadas, em uma aventura que vai ser digital, mas também imaginária. É tempo de leitores digitais que experimentam o que está tão longe e, ao mesmo tempo, tão perto, sonhando com as cidades, em busca de outras origens e grupos étnicos remotos. Enquanto isso, Elvis Presley surge vestido com roupa de motoqueiro, na sequência do "American Way of Life" e jogos com bola como o beisebol, o futebol e o basquetebol completam o espírito da estação.
Essa tendência também aborda o consumo sustentável, ecologia e reciclagem, que são tratados com humor e fantasia. Solidariedade inter-racial, o respeito pelo outro e ao diferente expressão uma visão mais humana da moda infantil na temporada 2011 e 2012.

PAN DE ORO
Um ambiente ensolarado, cheio de energia, vitalidade, de terra, de fogo, que permeia tudo, sem fazer quaisquer concessões que seja, porque há um único objetivo: alcançar a estética mais delirante e o espírito criativo dentro de uma impressionante e múltipla paleta de cores. Há cor em toda parte, convivendo com um espírito folk, desenhos ingênuos e referências do imaginário latino e populares. "Pan de Oro", a terceira temática que direcionará a moda infantil no próximo verão, viaja de norte a sul da América do Sul, com foco no artesanal. Poder, adoração e culto ao astro rei, o sol, que aquece e ilumina, inspirará as coleções com todas as suas nuances.
Há também as civilizações antigas mexicanas e peruanas, com os seus muitos deuses; as sociedades de nobres; as tradições orais; os símbolos; a arqueologia; as constelações, juntamente com cores étnicas de Salvador, na Bahia e Argentina. E, em contrapartida, o conceito da cidade de Brasília - projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, uma das capitais mundiais de construção mais recentemente e a única cidade do século 20 totalmente designada como patrimônio mundial, agora comemorando o seu 50º aniversário - permeia as criações. O luxo de vestígios do passado coexistindo com a mais pura explosão da modernidade e da linguagem pictórica de Keith Haring - um ousado artista iconoclasta -, a magia da fé, das origens e a riqueza das culturas, são extrapolados pelos tempos atuais.

MUMBAI
Completando o grupo de tendências que regerá as criações da moda infantil na Primavera-Verão 2011/2012, temos "Mumbai". Nela, é hora de reinventar uma cidade centrada na natureza, em áreas urbanas, na modernidade e sustentável. O campo vem à cidade e a natureza é aplicada à vida cotidiana.
Essa temática também traz uma arquitetura mais sofisticada e com consciência social. O design agora convive com uma paisagem de fuga, privilegiando as formas curvas. Há o surgimento de um novo casulo, a casa como abrigo, como proteção e a cidade como habitat compartilhado e espaço para a liberdade. A qualidade prevalece sobre a quantidade. O conceito de sustentabilidade continua forte na tentativa de garantir uma arquitetura menos prejudicial, com edifícios equipados com menos recursos e mais idéias. O ecológico e o glamour são combinados. A tecnologia passa a ter o sentido emocional convivendo lado a lado com a nanotecnologia. Os materiais de alta tecnologia convivem com materiais reciclados e elementos se articulam entre si. O local se contrasta com o universal onde e proximidade é promovida. Mumbai, o centro econômico fundamental da Índia, uma cidade moderna, é transformada em um objeto verde. A vida passa a ter a dimensão 3D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário